sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Estresse em crianças

Você já ouviu falar em crianças estressadas? Essas doença é bem comum nos pequeninos, por se tratar de uma faixa etária onde eles ainda não tem noção do que está acontecendo, é preciso sempre prestar atenção nos possíveis sintomas de uma criança estressada, entre eles:
Os sintomas físicos mais comuns são: a dor de barriga, diarréia e irregularidades no intestino, tiques nervosos, dores de cabeça, náuseas constantes, hiperatividade, gagueira, tensão muscular, dentes rangendo, diminuição do apetite ou aumento excessivo e mãos frias e com suor.
Os principais sintomas psicológicos são o terror noturno, insônia, mudanças de humor repentinas, medo ou choro demasiados, agressividade, impaciência, pesadelos constantes, ansiedade, dificuldade em socialização, desobediência, insegurança e hipersensibilidade.

As causas mais comuns do estresses em crianças são traumas como: alguma morte na família, brigas constantes entre os pais, separação dos pais, mudança de cidade ou escola, problemas com coleguinhas ou professores inadequados, atividades físicas ou estudantis em excesso, longas viagens, nascimento de irmãos, doenças e hospitalização.
É preciso ficar atento se a criança tem um possível início de estresse, meios de evitar isso são:
Brincadeiras ao ar livre: leve seu filho para brincar em parques e locais abertos em que ele possa sentir a natureza, isso aliviará a tensão acumulada, aliviando também energia acumulada, uma das principais causadoras do estresse nessa idade, compartilhe esse momento em família, irá fazer bem não somente para seu filho, mas também para você.
Desenhos para colorir: uma boa opção para quem não gosta de sair de casa é utilizar desenhos para colorir, você pode imprimir vários desenhos e com uma caixa de lápis de cor, divertir e distrair seu filho, isso deixará ele muito mais calmo e você também. Caso queira modelos, acesse o link a seguir: http://www.cnotinfor.com.br/
E aí, o que achou da postagem de hoje? Não deixe de comentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário